18 maio 2018

Mala de Maternidade: o que levar para o bebê?

Diário de Gestação | Enxoval | Gestação

No post de hoje, falarei sobre a preparação da tão esperada mala de maternidade do bebê. Na gestação da Lola, lembro de ter muitas dúvidas  sobre o era realmente importante levar e tinha sempre a sensação de que estava esquecendo algo… Com a Antonella, mãe de segunda viagem, está sendo tudo bem mais simples!

Por isso, para te ajudar, reuni as principais dicas e preparei uma lista completa com tudo o que estamos levando para a chegada da Antonella e que, na minha opinião, não pode faltar na sua mala de maternidade 😉

mala-de-maternidade-mala-do-bebe-toca-lola-2-2

O principal diferencial da mala de maternidade da Antonella para a da Lorena é que fiz escolhas mais consciente do que seria realmente necessário e do que fazia parte do “Kit frufru”, que também tem o seu imenso valor na lista por todo o valor afetivo de cada peça.

Então, vamos por tópicos para facilitar a nossa vida 🙂

1. Quando preparar a mala de maternidade? Se o pré-natal está ocorrendo dentro da normalidade, o recomendável é deixar pronto a partir das 35 semanas, mas se você é daquelas mais ansiosas, pode deixar tudo pronto a partir das 32 semanas.

2. Qual o modelo de mala ideal? Essa é uma questão muito pessoal. Mas o que aconselho é não esquecer a funcionalidade: ela deve ser prática de transportar e deve acomodar tudo o que o bebê precisará de forma organizada. Particularmente, não gosto daqueles modelos tradicionais porque acho que você não os utiliza depois que sai da maternidade e vira um “trambolhão” em casa.

Acho ainda que essa mala deve combinar com a mãe, não com o bebê. Até porque, vamos combinar que bebê não carrega mala, né gente? kkkk

Por isso, quem me  acompanha no instagram já sabe que optei por uma mala de viagem pequena, com um design que gosto bastante e que certamente será bem utilizada depois. Aliás, aproveitando: você já me segue lá? 🙂

Para que tudo fique bem organizado, aconselho que organize todas as trocas do bebê em kits separados por saquinhos. Esses foram os saquinhos que usei na mala da Lô e que, agora, reutilizarei na mala da Antonella.

 

mala-de-maternidade-do-bebe-toca-lola-4.jpg

Como são de plástico, não acumulam poeira e são bem bonitinhos pois possuem acabamento em renda. Só vou ficar devendo a referência da loja pois realmente não me lembro…

DICA: Como provavelmente quem pegará as roupinhas na mala será o seu acompanhante, sugiro que indique com etiqueta, em especial, qual serão as principais trocas: para o nascimento e para a de saída da maternidade.

Essa foi a roupinha usada para a saída de maternidade da Lô e que escolhemos utilizar também para a Antonella.

mala-de-maternidade-do-bebe-toca-lola-2

Lembro exatamente da emoção que senti saindo da maternidade com o meu pacotinho de amor no colo:) Não vejo a hora desse momento chegar novamente, gente!

saida-de-maternidade-Lorena

 

3. O que levar em cada Kit? 

As maternidades indicam de 4 a 6 Kits completos. É bom lembrar que, normalmente, fica-se 2 a 3 dias na maternidade em caso de cesárea, e em caso de parto normal, de 1 a 2 dias. Eu estou levando 4 Kits. 

Para a escolha do Kit, você deve considerar a estação do ano e onde o bebê vai nascer. Minhas filhas possuíam previsão de nascimento para agosto e junho, épocas de temperatura amena no Rio de Janeiro, mas não muito frio.

mala-de-maternidade-do-bebe-toca-lola-3

Assim, de forma geral, os kits do bebê possuem: 1 manta, 1 cueiro, 2 meias, 1 body de manga longa, 1 body de manga curta, 1 macacão, 1 touca, 1 luvinha e 1 lacinho. Além disso, incluo 1 fralda tamanho RN e 1 fralda tamanho P (pois não sabemos exatamente se a criança nascerá grande ou não).4. O que mais levar na mala do bebê? 

Outro item importantíssimo e que muita gente esquece: o Plano de Parto. Eu sei que de uma forma geral, você já conversou bastante com seu médico sobre cada ponto e confia que tudo transcorrerá como planejaram. Mas ninguém está livre de um parto de emergência e, neste caso, até que seu médico consiga chegar no local, você provavelmente será atendida por uma outra equipe. Dessa forma, é bom que todas as suas preferências estejam registradas assinadas pelos pais e pelo seu obstetra.

Minha médica em ambos os partos é a mesma: Dra Juliana Esteves e a maternidade escolhida também é a mesma, super perto da casa de ambas. Mesmo assim, não abri mão do Plano de Parto. Já revisamos juntas item a item o Plano da Lorena e assim que finalizar alguns ajustes para o Plano da Antonella, prometo que compartilharei aqui com vocês.

Além disso, na mesma pasta, é bom separar:

  • carteirinha do plano de saúde ou cartão do SUS
  • cartão de pré-natal ou carta do médico com informações do pré-natal
  • documentos pessoais da mãe e do acompanhante
  •  exames do terceiro trimestre do pré-natal

Para os itens de higiene pessoal do bebê, você deverá consultar consultar a maternidade. Algumas, como a minha, oferecem todo o material necessário e ainda presenteiam a família com um kit na ida para casa. Dessa forma, levarei apenas o essencial por garantia, mas realmente não foi pedido: 2 toalhas, escovinha de cabelo e pomada de assadura.

Estou levando ainda outro item importantíssimo: álcool gel para a higienização das mãos antes do contato com o bebê. A maternidade costuma disponibilizar álcool no quarto, mas prefiro levar esse, que tem um cheirinho delicado de bebê e é uma delícia.

mala-de-maternidade-mala-do-bebe-toca-lola-7

4. O que mais levar fora da mala do bebê? 

Um outro item que considero ESSENCIAL é a almofada de amamentação. Não esqueça pois ela faz toda a diferença no conforto da mãe e do bebê desde os primeiros dias. Essa nossa almofada linda foi criada pelo atelier Aluada especialmente para o enxoval da Antonella e amamos! Firme e, ao mesmo tempo, confortável. Ergonomicamente perfeita!

mala-de-maternidade-mala-do-bebe-toca-lola

O próximo item não é essencial, mas já faz parte da tradição nas maternidades: O quadrinho com o nome do bebê, que será pendurado na porta do quarto.

Por fim, outro item essencial (ainda que você vá para casa de taxi) é o bebê conforto. Não se esqueça pois ele garante a segurança do seu pequeno desde a saída da maternidade. Para quem quiser saber mais, falei sobre a escolha deste modelo neste post aqui.

como_escolher_carrinho_bebe-toca_lola-5

Talvez eu tenha esquecido de colocar alguma coisa, mas acho que, de forma geral, isso é o essencial. Espero que ajude, mas é bom lembar que as maternidades sempre fornecem uma listinha com sugestões do que levar. Não esqueça de conferir! 😉

No próximo post falarei sobre a o que levar na mala de maternidade dos pais, além daquele Kit “fru-fru”cheio de afeto que a gente tanto ama, né? 🙂

E aí, curtiu este post? Se você tem alguma dica do que levar pra maternidade deixe aqui nos comentários e indique o post pra ajudar quem está se preparando para esse momento tão especial. 

Um grande beijo!

Pri Guerreiro

coracao-rosa.png.semfundo-4

Fotos: Priscila Guerreiro

Deixe seu comentário!