23 maio 2018

MALA DE MATERNIDADE | O que levar na mala da mãe?

Diário de Gestação | Enxoval | Gestação

Depois do post sobre o que levar na mala de maternidade do bebê, como prometido, hoje falaremos o sobre o que levar na mala de maternidade da mãe, e outros itens super importantes, que você não pode esquecer no dia do parto.

IMG_1343

Toda a lista foi feita a partir da minha experiência com o nascimento da minha filha Lorena; o que me ajudou bastante a montar a mala de maternidade da Antonella, que, como vocês já devem ter visto lá no Insta, já está pronta desde a 35ª semana. 🙂

Para facilitar, a preparação da mala será dividida em duas partes:

1º) o que é realmente essencial para um pós- parto; e,

2º) Partiremos para as coisas que estou levando por opção- o meu Kit fofurices para a comemoração da alegria do nascimento, que, para mim, também é super importante, em especial, pelo valor afetivo do momento. Vocês sabem, sou dessas! kkkk…

coracao-rosa.png.semfundo-4Preparando a Mala de Maternidade da Mãe:

Antes de começarmos a lista para a preparação da mala da mãe, vale aquela mesma dica usada na mala do bebê, como já comentei aqui: Tente deixar tudo separado em sacos organizadores ou “necessaires” para facilitar ao máximo pois é bem possível que o(a) seu (sua) acompanhante tenha que auxiliá-la na localização de peças na mala.

Otra cosita más! Para o cálculo de quantidade de peças, é bom lembrar que, normalmente, fica-se de 2 a 3 dias na maternidade em caso de cesárea, e de 1 a 2 dias, em caso de parto normal. 

Assim, chega de papo e vamos à lista! 🙂

1.Pijamas/ Camisolas:  

Recomenda-se levar 4 peças confortáveis, com abertura frontal para facilitar a amamentação. Caso goste, dê preferência aos modelos com hobe ou penhoar para que você fique mais confortável na hora de receber visitas.

2. Peças íntimas: 

Recomenda-se levar:

  • 4 a 6 calcinhas pós- parto (elas são mais altas e bem firmes, para “segurar” a barriga, sem apertá-la).
  • 3 ou 4 sutiãs de amamentação – de preferência os que não têm rendas e costuras para não incomodar.
  • 3 meias confortáveis, que não apertem e não causem desconfortos.
  • *Importante: No caso de parto normal, separe em um lugar de destaque o top ou biquini que usará. É possível que você precise pedir ajuda para pegá-lo na mala.mala-de-maternidade-da-mae-toca-lola-12.jpg.jpeg

3. Cintas de pós parto (caso você opte por usá-las). 

O uso da cinta não é obrigatório para a sua saúde e, diante de controvérsias médicas, essa deve ser uma escolha de cada mulher a partir da orientação de seu médico, analisando-se os prós e contras. 

Alguns defendem que ela não ajuda o abdômen a voltar ao natural mais rapidamente, sendo esse um processo natural e fisiológico de cada organismo.

À parte das controversas médicas, no meu caso, achei ótimo usá-la após o parto pois eu realmente me sentia mais segura com a maior firmeza do abdomem (principalmente nos primeiros dias em que o corpo está se reorganizando após a saída do bebê e os órgãos ainda não voltaram para o lugar).

Caso opte por usar a peça, sugiro que leve ao menos dois modelos distintos, em tamanhos diferentes, para que identifique com qual deles melhor se adaptará. Isso é bem pessoal.

cinta-pós-parto-mala-de-maternidade-toca-lola-blog

No meu caso, realmente preferi o modelo tipo “collant”, com “soutien” de amamentação. Não me adaptei muito àquele modelo cinta-espartilho. Senti muito desconforto, em especial, nos períodos de amamentação.

4. Itens de higiene pessoal/saúde/ beleza

  • concha e/ou absorvente para os seios. Considerando que o que vem no início é o colostro e que o leite materno demora, em média, até 3 dias para descer, normalmente você só vai precisar desses itens quando estiver em casa. Foi o que aconteceu comigo na primeira gestação. Mas não custa nada levar, né? 🙂mala-de-maternidade-Conchas-Protetoras-para-Amamentacao-toca-lola
  • creme protetor para mamilo (indico muito o Lansinosh).
  • absorvente noturno (sugiro levar dois tamanhos distintos, a serem usados de acordo com a intensidade do fluxo).

OBS: É bom saber que o sangramento pósparto é natural em todas as mulheres que acabaram de ganhar um bebê independentemente do tipo de parto, normal ou cesárea. Isso porque durante o processo de volta do útero ao tamanho normal, todo o sangue que revestia o útero durante a gestação é expelido, gerando o sangramento.

  • Os remédios de uso contínuo
  • Itens de higiene pessoal (para você e para o marido). Aí é bem pessoal mesmo. No meu caso, realmente capricho nessa necessaire com produtos maravilhosos porque acho que, depois de parir um bebê a gente merece esse carinho extra.

IMG_1352 Compartilhando a minha experiência, lembro que, no parto da Lô, comprei um Kit tipo SPA, com um perfume MARAVILHOSO! Depois de horas de trabalho de parto, foi muito bom tomar aquele banho e sentir aquele cheiro delicioso! Um mimo que, no meu caso, SUPER VALEU! Saí realmente renovada.

  • maquiagem e demaquilante (caso ache necessário).mala-de-maternidade-da-mae-toca-lola-3.jpg.jpeg
  • prendedores de cabelo e secador (caso ache necessário).

6. Roupa e calçados

Para a mãe: roupa e sapato confortáveis para a saída da maternidade. Chinelo para o uso no quarto.

Para o pai: 1 pijama, 2 cuecas, 1 meia, 1 chinelo, 1 escova de dentes e demais itens de higiene. 2 mudas de roupas confortáveis.

7. Lista: Não esquecer!

Separei aqui uma lista de itens importantes, que não necessariamente irão na mala da mãe.

DICA: Alguns desses itens, como o carregador de celular e documentos pessoais, por exemplo, só serão separados na hora de ir para a maternidade. Para não esquecer, sugiro que deixe um bilhete preso à mala, com a lista de todas essas peças.

  • Documento de acompanhamento do pré- natal e exames do terceiro trimestre; e Plano de Parto (podem estar na mala do bebê ou da mãe)
  • Documentos pessoais do pai e da mãe: RG, CPF, certidão de casamento e carteirinha do plano. Nota: Cheque antes de  a sua maternidade exigir algo além. 
  • Almofada de amamentação;
  • Celular;
  • Carregador de celular;e
  • Máquina fotográfica e carregador.

5. Kit fofurices- decoração e comemoração:

Tem gente que não gosta de receber ninguém na maternidade e que prefere o repouso total e tudo bem. Mas eu não sou assim… Se tudo correr tão bem no parto da Antonella como foi no da Lola (e eu estiver tão inteira, é claro!), minha vontade provavelmente será a de compartilhar com as pessoas mais próximas a alegria desse momento.

Nada exagerado,é claro! Sabemos que nada disso é absolutamente necessário, mas valorizo a simbologia do momento. A vida já está tão corrida, tudo tão acelerado, que acho importante pararmos para comemorar esses marcos! Por isso, valorizo todo o lado afetivo desses símbolos: o brinde, a lembrancinha, o enfeite, a foto… o design com afeto.  Please, peguem leve nos comentários , hein?! 🙂

Assim, para o nascimento da Antonella, esse é o meu querido Kit fofurices – design com afeto:

mala-de-maternidade-mala-do-bebe-toca-lola-10-1

  • Enfeite da porta da maternidade;
  • Lembrancinhas;mala-de-maternidade-mala-do-bebe-toca-lola-9-1Para a lembrancinha do nascimento da Antonella, optei por algo funcional: um mini-álcool em gel com um leve e deliciosos cheirinho de bebê e uma caixinha com amêndoas confeitadas.

E se você está perguntando: por que escolhi as amêndoas, vamos lá!

1º) Pela praticidade. Afinal, elas possuem uma validade grande (cerca de 1 ano), o que é ótimo para quem deseja um parto normal e não pode ficar preso à data de validade, né? 🙂

2º) Pelo simbolismo: Em muitos países da Europa como Itália, Inglaterra, Portugal e França é tradição presentear os amigos e parentes com amêndoas confeitadas. As amêndoas simbolizam a celebração pela chegada da criança e expressa a felicidade, carinho e agradecimento dos pais. Fofo, não?

  • Bebidas e taças para o brinde da família(coisa minha :));
  • caixinha de som (para o parto e para o quarto);
  • aroma de ambiente (para o parto);
  • presente para a filha mais velha.

Está aí uma MEGA dica dada por amigas que já passaram por essa experiência. Será a primeira vez que o irmão mais velho deixará de ser o centro das atenções da família. Assim, é um gesto muito afetuoso, dizer que o irmãozinho trouxe um presente, estimulando a parceria entre os irmãos. O da Lola já está separado! Uma fofura! Mas é surpresa! 🙂

Essa foi a minha lista e, ao compartilhá-la, espero ter te ajudado a pensar em como  montar a sua. Ter uma lista completa e adequada ás suas necessidades é importante para te trazer um pouco mais de conforto e tranquilidade nesse momento tão especial, mas lembre-se: o mais importante é receber o seu bebê com alegria e muito amor. O resto, é detalhe! 😉

E aí, o que acharam? Curtiram o post?

Se tiverem mais dicas, deixem aqui para a gente nos comentários e de marquem as amigas que estão começando a pensar em organizar a mala de maternidade. 😉

Grande beijo!

Pri

coracao-rosa.png.semfundo-4

Deixe seu comentário!