10 abril 2018

Chá da Antonella: Dicas preciosas para a organização do seu chá de bebê!

Decoração | Diário de Gestação | Diversos | Festas | Gestação

Dividir com familiares e os amigos a alegria da chegada de um filho é sempre uma emoção inesquecível! Mas a tarefa de planejar e pensar em cada detalhe do chá de bebê na reta final da gestação pode se transformar em um problemão para muitas mães! Chá de bebê ou chá de fraldas? Convite, decoração, lembrancinhas, comidinhas, bebidas, tipo de fralda, brincadeiras,… UFA, quase uma maratona! No post de hoje, compartilho com vocês algumas dicas preciosas que aprendi com o chá da minha primeira filha e que usei para organizar o chá da minha segunda filha, Antonella. Vem ver!

cha-de-bebe-decoracao-mesa-toca-lola

O chá de bebê da Lorena, minha primeira filha Lola foi uma grande comemoração, feita no salão de festas do meu prédio anterior e reuniu cerca de 80 pessoas. Sim, foi um evento simples, mas que já demandou uma organização mais elaborada pelo número elevado de pessoas. O resultado foi uma festa linda, cheia de memórias afetivas e muita alegria, mas com uma mãe completamente exausta no dia seguinte (passei o dia seguinte sem conseguir levantar da cama com tamanho cansaço!).

cha-de-bebe-lola-toca-lola

Como sempre digo, cada família é uma e cada opção deve sempre ser respeitada: seja fazer um mega evento ou uma comemoração mais simples. Mas, para mim, hoje, o que realmente faz sentido é não nos afastarmos da natureza desse evento: trazermos boas energias (e alguns presentinhos! :)) para o novo membro dessa família, que está prestes a chegar, sem que isso vire uma fonte de estresse e preocupação para a mãe.:) Além do mais, de modo geral, os altos custos de um grande evento não combinam com essa fase em que a família já tem uma boa parte do orçamento comprometido com enxoval, parto e outras demandas da vinda de um novo membro.

Assim, com um pouco mais de experiência, para o chá da minha segunda filha, Antonella, que aconteceu no último sábado, eu tinha uma única certeza: a de que queria uma festa íntima, em casa, cheia de charme e com muito afeto, mas só para os familiares e amigos que realmente vão acompanhar de perto o crescimento da minha pequena. Queria que, no futuro, ela realmente reconhecesse cada pessoa que participou desse momento tão especial de comemoração, repleto de boas energias para a chegada dela! E assim o foi.

Então, se você está planejando o chá de bebê ( ou chá de fraldas), aqui vão algumas dicas preciosas para que você consiga organizar uma comemoração inesquecível e linda, sem se estressar e sem pagar muito por isso!):

1- Defina a data, o horário, o estilo da festa:

O ideal é fazer o chá de bebê no sétimo mês de gestação, quando a grávida não sofre tanto com inchaços e enjoos e pode curtir e comemorar mais à vontade.  Em ambas gestações, realizei o chá com 32 semanas e achei realmente uma boa escolha.

Definida a data, é importantíssimo pensar no estilo do evento para, só então, definir o local e horário. Não curto muito aqueles chás só para mulheres. Foi-se o tempo em que o filho era um assunto feminino, né gente?! (rs) Assim, acredito que essa é uma data para ser comemorada em família, compartilhada  entre homens e mulheres.  E essa também foi a minha opção em ambos os chás. Isso influencia, é claro, no número de convidados. Fizemos a nossa lista e chegamos à conclusão de que teríamos cerca de cerca de 20 a 25 convidados.

Acredito também que o chá deva ser um evento informal, onde as pessoas possam se servir livremente, no estilo lanchinhos “finger food”, sem a necessidade de garçons e essa foi a principal diferença neste chá, em relação ao anterior: Não teve refeição, nem garçom. Uma opção que ajuda a família a economizar e, de quebra ainda deixa os convidados mais à vontade. Reservei um espaço para as comidinhas e outra para as bebidas e deu super-certo! Só elogios! 🙂

Assim, concluímos que a nossa casa seria o lugar ideal! Além da praticidade e comodidade de termos tudo à mão e do aconchego de recebermos pessoas tão queridas em nossa casa, ainda teríamos a oportunidade de que os convidados pudessem conhecer o quartinho da Antonella (que já está quase pronto!) e mergulhar nesse clima tão especial que estamos preparando para recebê-la. Uma delícia! 🙂

Para a escolha do horário, aí vai uma boa dica (principalmente se você vive no Rio de Janeiro! hehehe): marque o evento com cerca de 30 minutos antes do horário que realmente imagina começara comemoração. Marquei às 15:30 h pois sabia que as pessoas só começariam a chegar às 16:00 e foi batata! Bingo! hehehe. 🙂

 II- Pense nA DECORAÇÃO: 

Quem acompanha o blog sabe o quanto eu amo e valorizo todo o processo de decoração do quarto do bebê. Nesse espaço tão especial, nada é gratuito, tudo é pensado com muito afeto e vem carregado de significado. Assim, uma grande dica é que você aproveite esse processo e siga a mesma linha decorativa para o chá de bebê.

Dessa forma, você confere personalidade e muito charme ao evento,já vai inserindo os convidados nesse clima que foi preparado para receber o pequeno.

Quem acompanha o blog sabe que o nome Antonella significa “flor preciosa, de valor inestimável”. Lembram do “moodboard” para a criação do quartinho dela, como contei aqui?

moodboard-quarto-do-bebe-antonella-toca-lola-p1

Seguindo a mesma proposta, utilizei como referência a cor rosa chá e a frase: “Pequena flor, floresça por onde for…” E assim, defini essa a frase como elemento de destaque para a composição do decór. 

1523311508009

Amo frases inspiradoras e carregadas de valor afetivo. Assim, neste mundo caótico em que estamos vivendo, o que realmente desejo para minha pequena é que ela seja fonte de beleza, levez, alegria e poesia por onde for… Que  ela seja sopro de esperança de um futuro melhor para todos nós. Sim, eu sei que estou um pouco mais romântica que o normal nesta gestação!  Efeito Antonella, fazer o quê?! hahaha

Enfim, definindo a linha de inspiração do decór, você já terá definida a paleta de cores e os elementos de referência para a decoração do evento e, assim já poderá começar a pensar no convite.

iii- Defina o convite: 

Agora sim, lista de convidados feita, ideia do decór definida, partimos para a definição do convite ou, ao menos, de um “Save the Date”. O ideal é que o convite seja feito com uma antecedência de, no mínimo, 30 dias, para que os convidados consigam se organizar com calma para comparecer ao evento.

Como vocês sabem, amo convites artesanais, em papel! Mas, desta vez, decidi ser prática e simplificar a vida: preparei um convite eletrônico simples, que seria enviado pelo “what´s up” e por um grupo criado no “facebook” (viva a tecnologia! :))e ficou assim:

convite-cha-de-bebe-fraldas-toca-lola-design-1

Utilizei o programa “Canva“, pois o acho realmente fácil e intuitivo, mas existem diversas opções de programas de edição na internet. Optei por um modelo bem simples e já existente. Realizei algumas pequenas alterações no layout e na cor, considerando o rosa chá como cor predominante e adorei o resultado!

No próximo post, continuaremos com as nossas dicas para a organização desse dia tão especial e  falaremos sobre detalhes da decoração,  a escolha das lembrancinhas e as opções de  brincadeiras que poderão ser utilizados no chá de bebê.

Fotos: Acervo pessoal

Bolo: https://www.instagram.com/cupsenna/

Macarons: www.macaronslumiere.com/

E aí, o que achou? Curtiu o post?

Tem dicas sobe a preparação do chá de bebê? Conte para a gente!

Um grande beijo!

Pri Guerreiro

coracao-rosa.png.semfundo-4

Deixe seu comentário!